Radiolusitano

@Radiolusitano@
 
InícioPortalCalendárioGaleriaFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 Autobiografia dos Monty Python em livro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
mariana
Administradora
Administradora
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 377
Idade : 46
<font color=#FF0000>Apresentação</font> :
Data de inscrição : 09/12/2007

MensagemAssunto: Autobiografia dos Monty Python em livro   Ter 18 Dez 2007 - 17:59

Autobiografia dos Monty Python em livro
Terry Jones apresentou obra em Lisboa

O grupo que fez a revolução do humor mostra-se agora numa autobiografia editada em Portugal. «Monty Python - Autobiografia» foi apresentado em Lisboa, na presença de um dos humoristas, Terry Jones.

Monty Phyton em livro
A autobiografia foi escrita pelos comediantes britânicos
«A Vida de Brian» é um filme de 1979: Brian, que nasce no Natal, próximo do local onde nasceu o Menino Jesus, passa a vida a ser confundido com o Messias. Mas se Brian não é o Salvador do mundo, os Monty Python serão, porventura, «uma espécie» de salvação do humor.

Em Portugal - na FNAC do Colombo - para a apresentação da autobiografia do grupo dos seis comediantes ingleses, Terry Jones contou como foi a primeira experiência com a estação de televisão britânica, BBC.

Na altura não se pensava nos filmes, nem no teatro, mas estava para nascer uma excelente série de humor. À SIC, com graça, o comediante falou sobre os «homens de fato, engravatados, com um ar sério», que receberam os seis magníficos.

Quando lhes perguntaram que tipo de programa iam fazer, os Monty Python responderam «não sabemos bem»; quando os interrogaram sobre se havia, ou não, música na série, voltaram a dizer «não sabemos bem»; e a quem se destina o programa? - voltaram a perguntar - a resposta foi a mesma: «não sabemos bem».

E assim começaram a criar a primeira série de Monty Python. Talvez hoje isto não fosse possível, refere Terry Jones, uma vez que apresentar propostas à televisão implica levar um «Programa Zero». Na altura, foi tudo uma questão de confiança.

Uma das cenas que ficou para sempre no imaginário de quem riu com os Monty Python é a do papagaio morto. Mas há mais: por exemplo a que deu origem ao nome «Spam» - e mais tarde ao espectáculo «Spamalot» (que também chegou à Broadway, outro caminho que o humor britânico tomou).

Um humor tonto, cenas sem sentido, momentos inesperados e o culto do absurdo. Porque o riso ajuda a viver, como diz Nuno Markl. O humorista português - que adaptou para o palco algumas cenas dos Monty Python, um espectáculo que ainda pode ver-se no Casino de Lisboa - defende que «a comédia é uma óptima maneira de sublimar a timidez» e recorda a forma como este humor britânico influenciou o seu crescimento e a carreira que escolheu.

Os Monty Python chegaram a Portugal nas vésperas da Revolução de Abril. Mas já tinham feito muito pela educação britânica. Terry Jones conta um episódio curioso, dos inícios dos anos 70.

Uma amiga, professora do ensino secundário, em Londres, disse-lhe um dia que, desde que viam os Monty Python, «os rufiões deixaram de bater nos mais pequenos, já não os agrediam, e - salienta - perceberam que estavam a ser tolos, por isso pararam com as agressões».

Herman José ou os Gato Fedorento olharam para os Monty Python antes de fazer rir os portugueses. Alguns dos mais divertidos actores (como António Feio, Bruno Nogueira, José Pedro Gomes ou Miguel Guilherme) mostram agora uma versão portuguesa em palco. 40 anos depois o grupo ainda resulta em Portugal.

Para várias gerações, é um marco de personalidade. O responsável pelas Produções Fictícias, Nuno Artur Silva, tem uma teoria no mínimo, curiosa, diz o guionista que «hoje em dia, não se pode ser um bom rapaz, ou uma boa rapariga, sem ter visto - para além de ler Shakespeare e ouvir Beatles - os Monty Python».

A história dos Monty Python, contada pelos próprios, pode ler-se em quase 500 páginas, também ilustradas. A obra foi editada pela Oficina do Livro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Autobiografia dos Monty Python em livro
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Ranks] Clube do Livro
» Livro Caixa
» Qual o melhor livro de Access 2010, iniciante a avançado.
» sugestão de livro para fazer a produção de texto individual 5 semestre
» Ciclo da Herança

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Radiolusitano :: Notícias-
Ir para: